Coração

Quando de breve abraço

Surge tão longa distância

Apaga no peito a certeza

Que te cá espero com ânsia

 

Uã tempestade longínqua

Apagada na noite sombria

Espero ainda na dor

Essa lágrima a muito fria

 

Olhar esse que vejo no meu

Doce olhar esse teu olhar

Que dá esperança

De um dia poder amar

 

Tarde fria fogo frio

Tão triste esta alegre tristeza

Tão sóbria esta calma serena

Tão incerta esta certeza

 

Alma minha no meu peito

Guardada no meu coração

Perdida, esquecida

Espera um beijo ao vão

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s