Onde estás

É como um buraco enorme dentro de mim, que me consome-me por dentro, me mata aos poucos, lentamente, perigosamente. Sinto que preciso de sair daqui, para um sitio onde não tenha que pensar, onde não tenha que viver isto tudo.

A presença dele está em todo lado para onde olho, para onde me volto. Parece que se entranhou dentro de mim, para ter de suportar isto todos os dias assim.

Tem que ser assim porque? Será que alguém entende e vive esta dor que eu vivo assim, será que esta perda é só mais um no meio de tantas de tanta gente por este mundo. Para muitos seja para mim não.

Não existe um dia que eu não me deite a pensar nele, e acorde a pensar nele, não existe um dia, que eu não pense nele, não veja a cara dele, não chore. Quantas mais lágrimas terei? Não sei, parece que são eternas, não secam nunca. Todos os dias acordo sozinha, deito-me sozinha a pensar nele, e só nele e porque me deixou assim tão só.

Ninguém se dá conta, também não quero, o meu sorriso esconde as lágrimas da noite, o meu ser esconde aquilo que vai dentro de mim. Não quero que tenham pena de mim, só queria conversar com alguém, poder desabafar, sentir e alguém que me entende-se de uma maneira ou de outra.

Só aqui consigo que me “ouçam”, só aqui me sinto bem porque aqui consigo ser eu sem medos de represálias.

Tenho medo do mundo, acho que perdi muito quando tive fora dele, e agora que abri a porta a ele, não me reconheci nele.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Uma resposta a Onde estás

  1. Soraia diz:

    Olááá mana…Como estás?Se precisas de falar e desabafar tens que o fazer, vais ver que te sentes mais aliviada, mas não pela net, não atraves dos blogues, sei por experiencia propria que as vezes é muito mais fácil assim, mas é muito melhor falares pessoalmente com algué e desabafares e ate chorares, não precisas de ter vergonha e muito menos medo.Cada um é como cada qual e cada um tem uma maneira diferente do outro de viver cada situação e ninguem tem o direito nem o dever do nos julgar…Se precisares de mim avisa, espero que saibas que estou aqui para tudo e não deixes de falar com as pessoas só porque pensas que vão ter pena de ti, pois os verdadeiros amigos não sentem pena uns dos outros.A palavra de um verdadeiro amigo é para a alma que sofre tal como um raio de sol que na Primavera poisa sobre a fonte do pobre e o consola dos rigores do Invervo.AMUTYYYY MANA ❤

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s