Arquivos Mensais: Janeiro 2009

O Ruben

Hoje quero falar de uma pessoa que conheço a algum tempo. Não sei bem o que falar dela, mas serei o mais realista possível, acima de tudo porque esta pessoa merece algo assim. O Ruben, conheço o Ruben a mais … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 3 Comentários

O meu lugar é onde está o meu coração

Todos temos um sitio especial, um lugar que por alguma razão nos marca, um sitio só nosso, ou talvez de mais alguém, mas que é nosso porque nós assim o fizemos. Todos temos esse sitio, não importa onde seja, se … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Perto de ti

É impossível existir sem te abraçarNo meu corpo tu reinavasFechava os olhos e então via-te chegarMas tu não estavas É impossível o teu beijo não quererE o teu perfume esquecê-loFechava os olhos, porque te queria verQue pesadelo Eu queria ter-te … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Afogada

Hoje estou naqueles dias maus, não me apetece estar com ninguém. Sinto um grande nó dentro de mim, uma coisa horrível, parece um monstro que me aflige a cada segundo. A vontade de chorar é grande, tento esforçar-me para conter … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Tudo e nada

Querido manu.   Já tanto tempo passou e as vezes parece que se recua-se simplesmente umas horas era como se tivesse sido ontem. A dor de teres partido continua em mim e é certo que nunca mais sairá. As saudades … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Recordações

Hoje em quanto viajava pelas inúmeros cds de fotos e recordações do anos que já findaram, deparei-me com um cd a dizer “lloret 2007”, decidi abri-lo e ver, recordar aqueles inocentes sorrisos, aquelas parvoeiras, aquelas tudo e de tudo tão … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Quando vais ter tempo?

Quando vais ter tempo para me escutar, para um pouco e escutar aquilo que tantas vezes te negas a  faze-lo, ouves-me no teu silencio, mas as minhas palavras não passam mais de uma sombra da qual negas que existe. Sinto … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Não aprendi a dizer adeus

Não aprendi dizer adeusNão sei se vou me acostumarOlhando assim nos olhos teusSei que vai ficar nos meusA marca desse olhar Não tenho nada pra dizerSó o silêncio vai falar por mimEu sei guardar a minha dorApesar de tanto amor … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Tanto que eu não entendo

São tantas as perguntas sem resposta, tantas duvidas que me assaltam, tantas as incertezas, queria num segundo desaparecer voar, esclarecer algumas coisas que nunca entendi, e que sei que nunca irei entender. Tenho tanto para aprender, sinto-me cada vez mais … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Para a taty

Escrevo neste blogue a muito tempo e durante este tempo vos dei a conhecer amigos meus, pessoas que naquele momento, naquele instante eram especiais para mim. Muitos ainda estão comigo, muitos ainda habitam a minha vida, alguns de maneiras diferente … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário