Arquivos Mensais: Novembro 2008

sweet moments

Vem com o tempo, passar um passado inacabado. Trazer na sua aventura uma doce lembrança, um momento, um sorriso, um olhar, uma recordação, para sempre guardada no mais fundo do coração. Era a alegria de saber que nas horas mortas … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Porque é que vens

A nova musica do tony está simplesmente linda…julguem por voces a letra     porque é que vens bater no meu peito ao fim deste tempo sem saber nada de ti   Porque é que vens DE novo ser minha E … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 2 Comentários

Noite…

ola amigos! Bem hoje venho falar da minha noite de ontem. Fui com ele jantar, algum tempo que não nos víamos e aproveitamos para ir meter a conversa em dia. Fomos a um chinês, gosto muito de lá comer, é … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Sombras passadas…

Hoje estou naqueles dias que nem eu me compreendo, queria tanto por vezes recuar no tempo e mudar tanto que deixei acontecer, queria mostrar ao mundo que eu acredito naquele que já nem acredito mais. Por vezes uma dor imensa … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Can I have this dance?

Adoro esta musica…acho-a linda       (Gabriella)Take my hand, take a breathPull me closeAnd take one stepKeep your eyes locked on mineAnd let the music be your guide(Troy)Won’t you promise me(Gabriella)Now won’t you promise methat you’ll never forget(Troy)We’ll keep … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário

Fim de semana..

Olá pessoal! Bem mais um fim de semana animado que eu tive, começo por dizer que foi muito cansativo, começando na sexta que cheguei ao entroncamento há a noitinha e ainda fui a feira do cavalo na Golegã. Alias foi … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Nada mudará

Quis acreditar que tinhas mudado, que estarias diferente, mas agora vejo que nada mais fizeste porque simplesmente não tinhas oportunidade para isso. Pergunto se és feliz assim, a fazer-me infeliz a mim, a fazer-me chorar, a fazer-me sentir tanta coisa … Continuar a ler

Publicado em Sem categoria | Publicar um comentário