São momentos assim…

Olá!!!!

Bem mais um fim de semana passou rápido, entre sábado o dia todo por casa, deitada a ler ou simplesmente a ver tv. Tive um dia calmo, julgo que também secante, as vezes este dia dá para aliviar a cabeça e pensar naquilo que ainda me resta. O domingo de manha começou cedo para mim, fui com o grupinho dos Bombrando vê-los actuar e “ajudar” por assim dizer. Uma manha animada onde nos fartamos de rir, e tirar muitas fotos claro. Almocei com a minha mana Soraia na casa nova dela, inventamos uma omeleta by Lúcia e Soraia, que até ficou bastante boa, e vimos o dvd da NoiteStop que o grupo nos ofereceu a cada um apesar de ainda não ter o meu a Soraia emprestou-me o dela. Depois vim para casa e como estava um pouco cansada fiquei pela net e pela sala a ver tv e a falar com algum pessoal. Há noite a minha prima Celeste da Suiça ligou para eu dar o mail ao Patrick para falarmos no msn. Falei um pouco com ele. Foi bom, já há algum tempo que não falava com ele, e depois do acidente fiquei muito preocupada.

Fizemos uma videochamada pelo pc, com as as webs e foi das melhores coisas, juntei a família aqui no quarto, e ele juntou a parte dele. Foi bom vê-lo, apesar de ainda ter as marcas do acindente, pude ver que ele estava “bem”, meteu-me uma certa impressão, pois ele não consegue mexer o braço, a minha prima Celeste estava toda contente a ver-nos, e nos a eles claro, tivemos só uns 10 minutos com ela este ano. Custou um pouco, pois todos os anos nos “juntamos” todos e com isto do acidente do Patrick foi um pouco bera. Mas ficamos contentes por os ver que ele já está minimamente bem e que fala, do queixo quase nem se nota nada, pesar que ele teve muito mal ainda a coisa de dois meses.  

É este tipo de família que longe da vista mas sempre perto do coração, nos alegra vê-los nem que seja por alguns minutos pela Web, é bom saber que estão bem apesar de morarem a milhares de quilómetros de nós e mostrar que acima de tudo nós estamos com eles, e eles connosco onde quer que vamos, não sabemos o dia de amanha e cada minuto é precioso, o que aconteceu ao meu primo só veio mostrar que nada se pode prever o futuro para daqui a umas horas, tudo está bem e num caso de segundos tudo fica mal. Mas juntos conseguimos mexer-nos e rever esta família que gostamos muito.

Saudades é tudo o que resta, pois agora ainda não sabemos quando voltarão a ver-nos e nós a eles, mas tenho a certeza que moram no nosso coração, e que espero que pelo menos eu em breve possa estar com eles.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s