Sei que lá do céu, está alguem a olhar por mim…

Não entendo porque tantas vezes tem de ser assim e não de outra maneira, porque tenho de aguentar isto tudo tão perto de mim, desejo tanta vez ser outro alguém, um alguém que não tem sofrimento, um alguém que não vive isto a toda a hora, mas sei que se fosse outra pessoa não seria feliz, nem teria a felicidade que tenho tido.

Queixo-me tanta vez que me falta isto e aquilo, mas que me falta realmente? Acho que nada mesmo, o que mais me falta é aquilo que já tenho, ou aquilo que partiu sem me deixar um único adeus. Por vezes julgo que isto não podia ser assim simplesmente, viver com isto todos os dias. Tanta gente má neste mundo e só a “nós” acontece isto, só a nós vive esta dor tão presente.

Sei que alguém lá do céu, o meu anjo, o meu ser, olha por mim e por todos nós que o amávamos de verdade, talvez ele entenda o porque desta dor, deste ser que não existe mais, tantas vezes falta ele me faz, tantas vezes me sinto sem rumo, são tantas que por vezes nem me lembro o porque. Alguém que simplesmente me ouvisse, alguém que simplesmente me passa-se a mão na cabeça e dizia “está tudo bem”….Sinto a falta desses gestos que tanto nele reconhecia como reconhecia em mim. Ainda hoje não compreendo a sintonia que existia entre nós dois. Ainda hoje não entendo como podíamos viver longe e tão perto um do outro.

Só mostra que a distância não tem importância quando algo de maravilhoso existe, quando algo de bom vive entre nós e alguém especial, tantas vezes sonhei que voltavas, que estavas comigo como eu estive contigo, mas não passaram de meros sonhos e quando acordo sinto o peso no peito de que continuo aqui sozinha sem ti. Queria que o tempo recuasse, que talvez tudo fosse diferente do que é hoje, só queria trazer-te de volta para o meu mundo que eras tu.

Pergunto-me se existe alguém no mundo como tu, e o meu coração dita a resposta que não, tu simplesmente eras único, porque eras tudo aquilo que falta no mundo. Sei que nunca mais encontrarei alguém como tu, mas também sei que tive o privilégio de te conhecer para poder saber quando me cruzar com alguém parecido contigo.

Um dia espero estar perto de ti e dizer-te tudo aquilo que sinto novamente e sentir a tua mão a passar na minha cabeça como tantas vezes o fizeste, como tantas vezes ainda o fazes quando a noite vai alta e o sono já me venceu…Sei que estás ai a olhar por nós, sinto-te quando o silêncio mais absoluto invade a noite, sinto quando as estrelas piscam como a dizer que ainda ai estás, simplesmente a olhar por nós todos…

E se o “amo-te” não chega para dizer aquilo que me vai no peito, talvez tu o percebas como uma frase nossa “segue o teu coração, eu estarei nele”.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s