De volta ha minha paz…

Olá amigos!

Bem mais um fim de semanita bem animado e bem descontraído. Fui para o norte a terra do meu pai, o meu sossego, a minha paz, tudo o que é bom lá posso encontrar. Mas como tu é bom passa depressa e rápido se tornou o nosso regresso a Lisboa, mas como tudo fica guardado sempre no meu coração para trazer novas recordações daquilo que lá vivi estes dois diazinhos.

Entre trabalhar, espairecer, passear e dançar, fiz um pouco de tudo com os minutos todos contados até ao último. Looool

Começo a acostumar-me a esta situação do vai e volta mas sempre permanece uma perto dentro do peito de cada vez que cruzo a placa “Bem-vindo à freguesia de Aguiar da Beira”.

É um sentimento estranho este que agora aqui permanece que tanto de mim leva para longe e traz a saudade um novo conceito de perda de mim mesma. Procuro entender este mal-estar durante o tempo que permaneço cá em baixo (Lisboa) e quando dou por mim naquele sitio o mal-estar desaparece, algo se alegra dentro de mim, apesar de uma alegria triste que impera sempre, é um conforto de me saber bem-vinda ao lugar que amo, ao lugar onde partilho e dou de mim completamente. E quando por vezes sozinha falo contigo sei que estás ai ao meu lado sempre a confortar-me e a dizer as palavras “certas”. Que mais posso levar daqui se não a esperança de saber que tudo aqui é perfeito e único, e que nenhum lugar no mundo me transmite tanta paz como estar aqui no meio disto perdida por dentro mas livre por fora.

 

Mas as recordações de tempos passados são tantas, recordações que o tempo me deixou marcadas no peito a certeza que nada voltará a ser como dantes, vivo a tristeza de saber que aquilo que era tão real em mim se dissipou de um dia para o outro levando metade do que eu era. Levando parte de mim consigo. E se as lágrimas teimam em sair nos momentos mais inoportunos é ai que repto o tanque que se quer soltar e aguento para estar no silêncio de algo meu e poder desabafar o que sinto aqui dentro.

Porque não é certo abalar os outros com esta tristeza que guardo em mim, porque talvez os outros não entendam, o quando se foi quando partis-te. Talvez alguns, muito poucos. Aqueles que numa troca de olhares breve mostram a mesma dor que eu, aqueles que mesmo sem falarem eu sei que algo nos une por sentirmos igual esta dor, que entre olhares partilhamos para ser mais “leve”. E quando esse olhar é tão poderoso que parece que o mundo vai desabar sobre as nossas cabeças é a certeza que algo entre nós existe mais que partilhado, e que com um olhar consegue-me fazer entender que as duvidas são iguais…

 

Foi mais um fim-de-semana que passou, um fim-de-semana a caminho do fim das aulas, um fim-de-semana a caminho de lugar nenhum, que me deixou mais uma parte lá no meu canto. E quando olho para trás anseio o passado que tudo me deixou e que me faz sofrer já esta dor. Talvez nunca entenda o porque deste desconforto assim que cruzo a placa de “obrigado pela sua visita” talvez nunca perceba o que me leva a caminhar aos mesmo sítios sempre que lá volto, mas entendo que nesse sitio existe uma magia no ar que nunca senti em lugar nenhum, com ninguém.

 

Anseio as 3 semanas que se aproxima, as 3 semanas que me vão fazer mergulhar outra vez no fosso, e que depois me vão talvez trazer a alegria de regressar á minha paz.

Enquanto isso vou vivendo minuto a minuto este lugar mágico no meu coração.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

2 respostas a De volta ha minha paz…

  1. Gonçalo diz:

    Aas vezes sao esses os refugios que temos pra nos sentirmos bem! e claro nada melhor que o campo do que a cidade! =)
    Gostava de conhcer um dia, esse lugar que tanto de especial tem!
    E bom que fiques bem lá. que te sintas bem, ao menos isso! se tas bem eu tambem fico!
    é bom saber que te divertiste! tavas a precisar.. es tu e eu. looool
    és forte e desculpa 🙂 gordaaa\’ *

  2. Gonçalo diz:

    Lembro me duma aldeia perdida na beira, a terra que eu nunca vi! LOOOOOOL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s