happy =D

ola malucos…heheheh
bem pexoal tenho andad mt felix…
kem me conhexe xab pk ne??
 
loooooooooooooooooooooooooool
 
bem ontem n fix nde de jeito, tenho tado po caxa a descanxar antes de comexar pa poxima xemana a trabalhar todos os dias das 8 da matina ate as 6 da tarde….mt canxativo ne?
looool
bem o k interexa é k pra alem de trabalhar, ainda vou faxer praia (apanhar bronze)
divertir-me tambem
 
e ainda tenho de ir buscar o meu passe, se nao ando a pé
o meu pai nao me empresta o carro….ne?
 
bem hj levnateime mm mt xedinho…inda to xeia de xono….amanha de manha compenxo
 
os dias tem xe paxado lentamente, kia ver xe convenxia a cota a ir xair cmg pa comparm uma pedinha
 
hehehehehe
afinal ate merexo??
ou n?
 
 
o resultado dos exames xo xaem dia 6, n xei cm faxer pa me matricular axim, to feita mm….
tenho de arranjar maneira! =S
opahhh
 
esta ano estava tentada a ir para um tipo curso que ha aqui em lx mt fixe
"higiene e segurança do trabalho"
parexe mm bue fixe
 
bem hoje vou-vos falar de um desporto que gosto bue de fazer e faço ha 5 anos…
é Orientaçao
 
comexei a praticar no 9º ano po intermedio da minha xetora de fixica e ate hj n parei um xegundo….
adoro akilo
pa kem n xabe
orientaxao é e cm surgiu….
 
A Orientação é um Desporto recente em Portugal, mas tem já 100 anos de existência enquanto desporto organizado.
 Com efeito, terá sido em Bergen – Noruega , no ano de 1897, que se organizou a primeira actividade desportiva de Orientação. Os países nórdicos são ainda hoje, aqueles onde a modalidade tem maior implantação, mobilizando um número de praticantes que coloca a Orientação entre os cinco desportos mais praticados na Escandinávia. A maior prova do mundo realiza-se anualmente na Suécia, "5 dias da Suécia", com um número record de 25 000 participantes.
 A Orientação é uma das modalidades desportivas que mais tem crescido nos últimos anos em Portugal! A competição concilia-se com o lazer, num espaço que proporciona um permanente contacto com a Natureza. Cada pessoa escolhe o seu ritmo em função dos desafios que determinou, encontrando-se consigo mesma e, simultaneamente, permitindo conhecer novas pessoas, fazer novos amigos.
 Na partida, cada praticante recebe um mapa onde estão marcados pequenos círculos que correspondem a pontos de controlo, materializados no terreno pelas "balizas" (prismas de cores laranja e branca), que estão acompanhadas de uma estação electrónica (e/ou um pequeno picotador). Introduzindo o seu identificador (ou picotando o seu cartão de controlo) o praticante comprova a passagem por cada ponto.
 A escolha do itinerário entre cada ponto de controlo é uma opção do próprio praticante! Cada ponto é uma meta e, simultaneamente, a partida para um novo desafio. Cruzando prados, ribeiros e florestas, o praticante sente-se parte integrante do espaço que percorre… A velocidade de movimento tem que ser acompanhada pela velocidade de raciocínio para ler o mapa e interpretar a relação mapa / terreno, ponderar sobre as várias opções de itinerário, decidir!
 A Orientação é praticada, em Portugal, nas seguintes disciplinas diferentes: Orientação Pedestre, Orientação em BTT, Corridas de Aventura e Trail Orienteering, este último prioritariamente para deficientes motores. Todavia, para além destas disciplinas com quadros competitivos nacionais e internacionais, são também organizadas provas de Orientação a cavalo, em canoa, etc.. As provas de Orientação são regra geral realizadas durante o dia. Contudo, há também provas nocturnas com grande adesão de participantes.
 As provas do calendário da Federação Portuguesa de Orientação são abertas a todas as pessoas de qualquer idade, havendo sempre percursos para principiantes (fácil curto e fácil longo). A distância e a dificuldade dos percursos de Orientação variam em função da idade e do nível técnico dos praticantes, possibilitando a participação dos sete aos noventa e sete anos… Para participar solicite informações detalhadas aos Clubes organizadores ou à própria Federação.
 Os mapas de Orientação são elaborados de acordo com as normas internacionais da modalidade. Para a competição, os mapas usados são normalmente com escalas de 1/10 000 ou 1/15 000, usando-se, contudo, escalas maiores, entre 1/2 000 e 1/5 000, para actividades de iniciação e / ou promoção.
 O terreno "tradicional" para a prática da modalidade deverá ter muitos pormenores do relevo, ter floresta limpa e pouca vegetação rasteira. No entanto, a Orientação pode ser praticada em qualquer lugar desde que exista um mapa dessa área. As provas em parques / jardins e mesmo em áreas urbanas das cidades são cada vez em maior número e com grande adesão.
eu pertenxo ha CPOC (clube portugues de orientaçao e corrida)
o melhor dos melhores
 
beijos e faxam mt ori….
 
 
 
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s